A Vivo e a Ânima Educação vão criar a Vivae, empresa que oferecerá cursos de educação continuada e formação para o mercado de trabalho por meio de uma plataforma online. No anúncio feito nesta quarta-feira, 27, as companhias informaram que o início da operação está previsto para acontecer ainda no segundo semestre deste ano.

A formatação do novo negócio começou em outubro do ano passado, quando as duas empresas firmaram um memorando de entendimento. Hoje também foi anunciada as chegadas dos executivos Alexandre Max e Lucas Nabeiro como CEO (presidente executivo) e CFO (diretor financeiro), respectivamente, da Vivae.

Max tem passagens pela Pearson e pela Casa do Saber, além de ter sido gestor de negócios de companhias como Dell, McDonald’s e Kimberly-Clark. É formado em Administração de Empresas e Economia pela Universidade Mackenzie, pós-graduado em Marketing pela UC Berkeley (EUA), e possui diploma de Liderança, pela Fundação Dom Cabral.

Nabeiro assume a área de finanças após quatro anos na Yalo, como CFO. O executivo tem formação em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pós-graduação em empreendedorismo e negócios digitais, pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Nabeiro também foi cofundador da GetCook, plataforma que une profissionais do ramo gastronômico com os consumidores.

O Vivae oferecerá cursos livres de capacitação, com foco em educação continuada e capacitação para busca de emprego. Inicialmente serão oferecidos cursos em áreas como tecnologia, gestão, negócios e turismo. Há intenção de expandir esse portfólio futuramente.

“Estamos focados em apoiar jovens que querem crescer e buscam qualificação em diferentes áreas, a partir de novos formatos de educação. Na plataforma da Vivae, o estudante terá acesso a conteúdo de qualidade, por um preço acessível, além da possibilidade de gerir, de maneira personalizada, o seu aprendizado em qualquer momento da sua capacitação”, pontua Alexandre Max, CEO da Vivae, em nota à imprensa.

Para a Vivo (marca detida pela Telefônica Brasil), a parceria faz parte de uma estratégia de criação de um hub de serviços digitais a serem oferecidos aos seus mais de 100 milhões de clientes. Hoje, seu principal negócio agregado é no ramo financeiro, o Vivo Money. Trata-se de um serviço de crédito pessoal para clientes pós-pago e controle, que encerrou o mês de junho de 2022 com mais R$ 80 milhões de crédito concedido desde o seu lançamento.