Os pais de alunos da E.M Maria Helena Chesine, no Jardim Flora, em Mairinque (SP), fizeram uma manifestação, na tarde desta segunda-feira (7), contra a situação estrutural da escola.

Os pais contam que há mais de 10 anos a escola enfrenta problemas estruturais, como infiltração, mato alto e queda de calhas.

Além dos problemas visíveis, os pais protestam para a volta do ensino presencial, pois não concordam com o esquema de "roteiro" que os filhos receberam e alegam que não tiveram nenhum aproveitamento, apenas copia e cola.

Outra reclamação dos pais é que a Prefeitura arruma a escola com muita demora e que são apenas quatro pessoas para arrumar a instituição desde novembro, quando o contrato foi iniciado.

O contrato tem duração de oito meses, ou seja, o prazo final para o término da obra é em junho e, até lá, a Prefeitura informou aos pais que a aula remota continua nesse período.

Na manifestação, os pais pedem um plano 'B' dentro desse prazo, pois acabam não conseguindo dar o suporte adequado para o ensino dos filhos. Os organizadores do protesto disseram que marcaram uma reunião com a Secretária de Educação na próxima segunda-feira (14) e, se nada for resolvido, farão um novo protesto no mesmo dia.